Primeiramente, preciso explicar sobre a essência deste termo. Poderíamos considerá-lo como “viciado em trabalho”, se utilizarmos uma tradução direta do Inglês, porém as implicações deste termo são muito mais abrangentes e não se restringem apenas à palavra vício.

Neste texto você vai aprender:

  • O que é ser um workaholic?
  • Quais são as características de um workaholic?
  • Riscos para quem trabalha demais.
  • Como ser um workaholic feliz?

O workaholic não só busca a sua realização pessoal através do trabalho, como também sente-se feliz e satisfeito com suas conquistas. Isso pode parecer algo comum para todos, afinal, nós ficamos realmente felizes quando atingimos os nossos objetivos, não? Porém, para um workaholic, as coisas vão ainda mais além. Uma vez que sua vida gira em torno de sua carreira profissional. Para ele, trabalhar durante muitas horas seguidas, não ter finais de semana para descansar ou férias não parece ser algo ruim. É nesses momentos que se sente bem, enquanto trabalha sem se dar conta de que isso pode o levar à exaustão.

Um workaholic coloca suas questões profissionais acima de sua vida pessoal, sua família, saúde, amigos, são deixados de lado, apesar de muitos workaholics não perceberem que estão se distanciando voluntariamente de tudo o que não corresponde ao seu lado profissional. Na maioria das vezes, não é algo proposital que surge através de grandes reflexões, o workaholic, apenas passa a se focar naquilo que lhe é mais importante, o trabalho.

10 sinais para reconhecer um workaholic

1 - Ampla visão

O workaholic possui uma visão ampliada sobre seu trabalho e seus objetivos profissionais. Consegue montar estratégias de crescimento com agilidade, sempre enxergando muito além do que outros podem ver. Quando trabalha em uma empresa, isso pode chamar a atenção da chefia, que naturalmente, o sobrecarregará com mais afazeres.

2- Disponibilidade para o trabalho

Podendo trabalhar várias horas seguidas, um workaholic sempre se encontra disposto para realizar suas atividades. Não pensa em parar seus esforços até que o objetivo final seja alcançado. O problema, é que muitas vezes, ele cria um objetivo atrás do outro, o que o deixa constantemente ocupado em realizar metas infinitas.

3 - Sono intranquilo

Um workaholic, geralmente, não possui uma rotina em seu horário de dormir. Devido à sua necessidade de trabalhar constantemente, pode dormir durante poucas horas ou perder o sono completamente. Durante a noite, não é raro para os workaholics sonhar com seus afazeres, como se ainda estivesse trabalhando ou acordar diversas vezes durante a noite, preocupado com algum assunto relativo à sua vida profissional.

4 - Alimentação instável

Ele não possui horário para dormir, quanto mais para se alimentar de uma forma saudável. Geralmente, os workaholic fazem refeições rápidas (isso quando conseguem não para de comer na metade do prato), dando ênfase à fast foods e comendo em suas mesas de trabalho. Seu tempo é tão restrito ao trabalho, que até mesmo em um jantar com a família, sua mente pode vagar para longe, retornando para suas preocupações profissionais.

5 - Vida pessoal

O workaholic não consegue separar o trabalho de sua vida profissional. Muitos arranjam parceiros que trabalham em um mesmo ramo e que vivem na mesma correria. Quando já possuem uma família, as coisas podem ficar complicadas, uma vez que não consegue dividir seus pensamentos entre o que se passa dentro e fora de seu ambiente de trabalho. O que pode gerar um certo mal estar no relacionamento, que tende a acabar devido ao desgaste emocional de ambos os parceiros. Afinal, parece que existe apenas uma pessoa nesse relacionamento, afinal!

6 - Inveja

Pode despertar naqueles com quem convive o sentimento de inveja, uma vez que costuma ser determinado e, muitas vezes, bem sucedido em se tratando de sua vida profissional. Colegas de trabalho, familiares ou conhecidos tendem a observar suas atitudes e criticá-las, uns, por medo de perder seu lugar na empresa, outros pelo distanciamento do amigo.

7 - Ambiente de trabalho

Este é o lugar mais sagrado para um workaholic. E ele pode ser em qualquer lugar. Não se restringindo apenas à empresa onde trabalha, este sujeito costuma levar trabalho para casa e para onde mais lhe for conveniente. Pode trabalhar em um café, restaurante, hotel, ou até mesmo na beira da praia enquanto viaja com a família.

8 - Saúde

Correndo riscos pelo alto índice de preocupação, a falta de uma alimentação saudável e de noites bem dormidas, os workaholics estão sujeitos à alguns tipos de comprometimentos, como hipertensão, obesidade, estresse, ansiedade… Pela falta de realizar exercícios físicos (eles raramente têm tempo para isso), podem se ver diante de sérios problemas.

9 - TDAH

Há casos onde sinais de TDAH e TOC foram encontrados entre aqueles que são reconhecidos como workaholics. Hiperatividade configura-se como uma das características do viciados em trabalho. Precisam manter-se em constante movimento, sempre muito criativos, por vezes impulsivos, porém visionários. O que os faz se destacarem dos demais no ambiente de trabalho.

10 - Aspecto emocional

Para um workaholic, pode ser muito difícil e solitário tolerar os julgamentos daqueles que estão próximos a ele. O julgam por não dar atenção à sua família, por não dormir bem, por trabalhar demais. Como se dedicar-se ao trabalho fosse algo ruim, porém, para o workaholic, não há nada mais recompensador. As cobranças dos filhos e da família o deixam, por vezes, arrasado, pois compreende que a sociedade espera que ele cumpra todos os seus papéis devidamente. O papel de esposo (ou esposa), pai (ou mãe), empresário (empresária). Porém, não é o que o seu coração realmente quer.

Sintomas de ansedade. Como reconhecê-los?

Celebridades que já tiveram crise de ansiedade.

O que você precisa saber sobre TDAH e ninguém te conta!

E onde está o risco?

Nos dedicar àquilo que nós gostamos não é algo ruim. É maravilhoso quando estamos conquistando nossos objetivos e nos sentindo realizados. Porém, qualquer coisa, quando feita em excesso, não é saudável.

Quando o workaholic se esquece de cuidar de si mesmo em prol da sua empresa ou de seus objetivos, o risco fica estampado diante de nós. Segundo o Ministério da Saúde, no primeiro semestre de 2018, cerca de 200 mil pessoas vieram à óbito no Brasil através de doenças cardiovasculares e o estresse aparece como a 4ª maior causa de infarto no país. Estar exposto à horas intermináveis de trabalho pode ser  um dos principais gatilhos para que o estresse tome conta do sujeito. Por mais que ele goste de estar inteiramente conectado com o ambiente de trabalho, precisa desconectar-se periodicamente.

Observamos ainda, o impacto das frustrações vivenciadas no dia a dia, quando não conseguimos realizar tal objetivo ou atingir uma determinada meta. Esse sentimento de frustração pode evoluir para uma ansiedade, síndrome do pânico e depressão. Muitos workaholic não suportam imaginar que seus empreendimentos podem dar errado e de suas ideias podem ser falhas e acabam por se frustrar imensamente ao encarar a realidade dos fatos.

Sem falar naqueles que acabam perdendo seus relacionamentos e passam a ser solitários, afogando-se cada vez mais em uma pilha de afazeres que podem vir a perder o seu significado.

Como ser um workaholic feliz?

Mas é realmente possível ser um workaholic, sem me expor à este riso?
Primeiramente, vamos deixar uma coisa clara. Trabalhar muito não é algo ruim, desde que essa seja a sua vontade. Determinação para conquistar os objetivos é algo que pode ser avaliado através de uma boa perspectiva. Porém, é necessário que o workaholic cuide de sua saúde física, mental e emocional para continuar trabalhando em perfeita harmonia.

Alimente-se bem, durma bem e faça exercícios

Mesmo que você sinta que tirar duas horas do seu dia para comer e fazer exercícios e que dormir, ao menos, 8h por dia é perda de tempo, comece a pensar que isso é primordial para que você alcance os seus objetivos. Saúde. Sem ela, não adianta conquistar algo, que você não conseguirá nem aproveitar, não é mesmo? Fazer essas três coisas contribuem imensamente para que você se sinta ainda mais produtivo e que suas tarefas sejam realizadas com muito mais qualidade.

Passe um tempo com a família e os amigos

Mais uma perda de tempo? Alguns minutos junto aos seus familiares, seja ao menos para realizar as refeições, por si sós já contribuem para você lhes dar a atenção que eles tanto cobram. Um dia no final de semana para se encontrar com os amigos e família, pode ser muito benéfico para você recarregar as energias e retomar o trabalho logo em seguida.

Medite

Não precisa parar por muito tempo para meditar. Dez minutinhos para ouvir o seu eu interior, após acordar ou antes de dormir, podem ser de grande ajuda para você se conhecer melhor e evitar o estresse. Algumas técnicas de meditação, te deixam mais produtivo e concentrado ao longo do dia.

Trabalhe sem receios

Agora que você já consegue lidar com a sua saúde, risco de estresse e os seus relacionamentos, ao mesmo tempo em que realiza aquilo que mais gosta, trabalhar, não tenha medos e seja feliz. Conquiste seus objetivos e continue criando mais objetivos!

Realize acompanhamento profissional

Apesar de todas essas dicas, não é fácil para um workaholic, conseguir levar seus pensamentos para longe de sua jornada de tabalho. Por mais que tente ter uma boa noite de sono ou ir à uma reunião familiar, os assuntos pertinentes ao trabalho lhe virão à mente. Não é fácil se desconectar. Para auxiliar nesse processo de se tornar um workaholic saudável, é necessário o acompanhamento de um bom profissional de psicologia. Através da terapia, o sujeito poderá avaliar seus pensamentos e sentimentos e a forma como está lidando com tudo isso, de forma a otimizar suas ações para permanecer com uma boa produtividade em seu ambiente de trabalho, sem comprometer a sua saúde e questões emocionais de seus relacionamentos.

08 dicas para cuidar de si mesmo.

Preocupe-se com o que importa.

No site Expire Psicologia, você poderá encontrar o terapeuta mais adequado para te ajudar. Basta entrar no site, www.expire.com.br e escrever sobre o que está acontecendo na sua vida e como você está se sentindo. Sua mensagem será encaminhada à um de nossos terapeutas, com quem você poderá agendar suas sessões de atendimento online.

Com a terapia online, você poderá conversar com um psicólogo através do seu computador ou smartphone e realizar suas sessões do conforto, segurança e privacidade da sua casa, ou de onde você estiver, precisando apenas de uma conexão com internet!

Acesse: www.expire.com.br