Você já percebeu que às vezes acorda de mau humor, como se tivessse tido uma noite péssima? Ou como certas atitudes de pessoas com quem você convivem, podem te deixar zangado ou mau humorado?

Neste texto vamos refletir sobre:

  • Os perigos de se estar constantemente de mau humor.
  • Mau humor pode ser um sinal de depressão.
  • Como combater o mau humor.

Não é difícil encontrar pessoas com mau humor à nossa volta. É só observamos a correria do dia a dia para logo perceber que o porteiro do nosso prédio acordou com a “pá virada”, ou que o motorista do ônibus parece não estar satisfeito com o trabalho, a moça da padaria está mais cabisbaixa no dia de hoje… eu poderia listar uma infinidade de exemplos com os quais, nós convivemos todos os dias, porém pouco percebemos.

Mas quando o mau humor nos afeta ou marca presença em alguém com quem convivemos, logo percebemos como ele pode ser irritantemente desconfortável. Principalmente se durar durante um bom tempo ou por vários dias.

O mau humor pode não apenas nos afastar das outras pessoas, como contribuir para a forma com a qual enxergamos a vida, passando a observar os acontecimentos através de um filtro cinzento. Aqui trago algumas curiosidades sobre este estado emocional que tanto nos incomoda!

Mau humor pela manhã

Segundo os especialistas, o mau humor pela manhã decorre da má qualidade de sono e acontece com frequência na vida de muitas pessoas. O mau humor, nesses casos, não chega a configurar-se com seriedade, porém a má qualidade do sono pode comprometer aspectos físicos e emocionais.

Fome atrai o mau humor

Sim, também através de estudos, foi comprovado que quando estamos com fome e não paramos para nos alimentar, há uma grande tendência de sermos atingidos por um mau humor extremo. Isso porque a sensação de saciedade contribui para que os nosso organismo produza uma boa quantidade de neurotransmissores (serotonina e dopamina), que geram bem estar ao nosso corpo. Portanto, o mau humor só tende a passar, quando nos alimentamos e liberamos a sensação de saciedade pelo cérebro.

Abraços

Cientistas descobriram que o abraço pode auxiliar no combate ao mau humor. Ainda em pesquisas iniciais, pesquisadores da Carnegie Mellon University, localizada na Pensilvânia, Estados Unidos, avaliaram 404 homens e mulheres na faixa etária entre 21 e 55 anos. A referente pesquisa visa, agora, descobrir se abraços não espontâneos podem causar o mesmo efeito.

Baixa auto estima

Para aqueles que vivem de mau humor, os pesquisadores alertam, a auto estima baixa está presente na maioria dos casos. Estes se sentem inseguros ou não merecedores do que possuem, tendendo a sempre subestimar suas próprias qualidades.

Mau humor e depressão

Um tipo específico de depressão, chamado Distimia, está inteiramente conectado ao mau humor. Quando o mau humor vem acompanhado por baixa estima, desesperança, isolamento, insônia, tristeza profunda, isso pode ser sinal de Distimia. Porém, para que haja este diagnóstico, os sintomas devem persistir por, pelo menos, dois anos. O tratamento acontece por meio de antidepressivos e acompanhamento psicológico e psiquiátrico.

Se importe com o que realmente importa.

Ansiedade, como reconhecer e combater.

Dicas para cuidar de si mesmo.

Como combater o mau humor

Quando estamos com alguém com  mau humor não devemos nos desesperar, na maioria das vezes, é algo passageiro e que faz parte do nosso dia a dia. Afinal, quem nunca ficou com mau humor por estar ao lado de uma pessoa chata ou após um dia estressante de trabalho, não é mesmo? Porém, a seguir, eu trago algumas dicas para você combater seu próprio mau humor ou ajudar aquele seu amigo mau humorado!

*Busque ter uma boa noite de sono

*Alimente-se bem e coma suas comidas preferidas

*Pratique algum exercício

*Saia de casa (sozinho ou com os amigos)

*Se distraia (leia um livro, veja um filme, viaje)

*Reflita sobre como todas as coisas são passageiras e que aquele momento (que te deixou com mau humor) não durará para sempre

*Medite

*Saia da rotina

Como foi dito anteriormente, o mau humor pode ser um sintoma de depressão. Se você suspeitar que este pode ser o caso, procure o profissional mais adequado para te ajudar. Um acompanhamento psiquiátrico e psicológico te ajudará a lidar e controlar a situação.

No site da Expire Psicologia você pode descobrir se há chances de que esteja vivenciando um transtorno depressivo.

CLIQUE AQUI E FAÇA O TESTE!

Este teste não tem um diagnóstico preciso, porém pode te ajudar a compreender melhor o que está acontecendo no seu dia a dia. Conhecer mais sobre si mesmo contribui para sua saúde mental e emocional, uma vez que, ao entender o que se passa, você pode realizar o primeiro passo para cuidar de si mesmo.