Você já esteve diante de uma situação onde sentiu vontade de expressar seus sentimentos, mas se percebeu travado, sem conseguir demonstrar o que sentia? Você não está sozinho!

Neste texto vamos conversar sobre:

  • Homem não chora?
  • Porque não demonstrar seus sentimentos pode ser ruim.
  • Vivendo sem esconder o que se sente!

      Nos séculos anteriores, os homens eram vistos como os provedores da família. Em uma sociedade extremamente patriarcal, eram eles que ficavam encarregados de sustentar todo o alicerce familiar. A sociedade exigia que sempre aparentassem controle sobre suas emoções e atitudes, pois, um simples vacilo em sua extrutura emocional, significava um sinal de fraqueza para muitos.
       Não é de estranhar que os costumes de épocas antigas continuem a assombrar a vida de alguns homens na atualidade, uma vez que a nossa sociedade ainda não está completamente desprendida de valores e conceitos do passado. As cobranças ainda aparecem, seja em ambiente familiar, profissional ou pessoal.
       Muitas pessoas ainda esperam que os homens mantenham a mesma postura de séculos atrás e não percebem que muita coisa mudou em nossa sociedade. Com a ascensão das mulheres ao mercado de trabalho, à política e independência destas - que antigamente estavam sujeitas à depender do pai e esposo, os homens acabaram por adquirir um novo estilo de vida.
       Não poder demonstrar descontrole emocional durante tanto tempo, acabou por criar certos estigmas que ainda são vivenciados nos dias atuais. Como por exemplo, o estigma de que homem não chora, homem não sofre, homem deve estar sempre seguro de si mesmo. Porém, compreendendo que os homens são, acima de tudo, seres humanos, não lhes é possível viver com os sentimentos e atitudes sob controle o tempo inteiro.
        A vida é cheia de surpresas e obstáculos e estamos cercados de problemas a serem resolvidos. Exigir que alguém tenha tudo sob controle é, minimamente, utópico. Não importa se homem ou mulher, desestabilidades emocionais sempre irão acontecer.

Autoconfiança

       Você sente como se as pessoas ao seu redor te cobrassem autoconfiança o tempo inteiro? Para elas, você tem que demonstrar confiança no trabalho, em seus relacionamentos, em suas palavras... mostrar-se inseguro te deixa desconfortável e isso faz com que você finja estar mais autoconfiante do que realmente está?
       É nesse momento que mora o perigo: quando você não consegue demonstrar seus verdadeiros sentimentos e os guarda apenas para si. É importante que os momentos de insegurança e tristeza sejam reconhecidos, para que você os enfrente e aprenda a lidar com eles. Quando você os esconde, não consegue vivenciá-los e aprender as melhores maneiras de superá-los. Ao esconder o que sente, você apenas os empurra mais para dentro de si mesmo, os deixando adormecidos.
       Acontece que você não conseguirá fingir por muito tempo. Pois, a tendência é que esses sentimentos desconfortantes venham à tona, cedo ou tarde. E, muitas vezes, eles surgem novamente com uma força ainda maior do que antes, até o momento onde você não consegue mais escondê-los e tem que enfrentá-los.
       Só que nesse momento, já pode ser tarde demais, e o descontrole emocional pode ter avoluído para comprometimentos mais sérios, como uma depressão, ansiedade generalizada, transtorno pós traumático, por exemplo.

Os receios

     Você se importa muito com o que os outros pensam ou falam de você? Se você respondeu que sim, existe uma séria probabilidade de que você esconda dos demais muitos dos seus receios e suas fragilidades.
       Pense por um instante, o que poderá acontecer de ruim, caso você demonstre seus sentimentos! Se demonstrar tristeza quando, de fato estiver triste. Se demonstrar estar emocionado, quando algo o emocionar. Se deixar que lágrimas rolem pelo seu rosto quando sentir vontade, sejam lágrimas de tristeza ou de alegria!
       Atualmente, as coisas estão bem mais diferentes. Os homens não necessáriamente precisam ser vistos como responsáveis pela família. As tarefas são divididas entre homens e mulheres, as responsabilidades agora são de ambos. Os homens cozinham e cuidam dos filhos, ao mesmo tempo em que trabalham e vivem seus relacionamentos.
       Ser motivo de desprezo ou chacota por demonstrar sentimentos já não cabe mais à esta sociedade. E a tendência é que isso deixe de existir, à medida em que todos compreenderem os novos padrões sociais. Aqueles que ainda mantém estes velhos pensamentos e costumes, estão atrasados quanto à evolução vivenciada nos dias atuais.

Terapia para homens

       Ainda há muitos pensamentos arcaicos sobre a terapia. Um deles, é que ela serve apenas para loucos e muitos homens se mostram travados diante da possibilidade de realizá-la. Porém, este é outro conceito que está sendo modificado!
       Como falei antes, os dias atuais são cheios de obstáculos e problemas, o que reflete em desequilíbrio emocional para homens e mulheres. Ao realizar terapia, você poderá obter auxílio para compreender suas questões anteriores e, observando o que está dentro de você, poderá realizar as melhores escolhas, impactando positivamente o seu futuro.
       Cuidar de sua saúde e equilíbrio emocional é muito importante para você conseguir enfrentar seus sentimentos angustiantes e superá-los.

Atendimento online

    Você já ouviu falar em terapia online? É igual a uma terapia convencional, porém realizada através de um computador ou smartphone conectados à internet. O terapeuta e o paciente se encontram através destes dispositivos e realizam a sessão sem precisarem se locomover até uma clínica.
      Ser acompanhado por um profissional de psicologia poderá te auxiliar a compreender suas angustias e a redirecionar seu planejamento para alcançar suas métricas de sucesso.
      Com a Expire Psicologia, você pode realizar sua terapia no conforto, segurança e privacidade da sua casa, seu escritório ou de onde você quiser. Sem precisar gastar dinheiro para se locomover, enfrentar trânsito ou perder tempo no trajeto.
Basta acessar www.expire.com.br e agendar suas sessões.